domingo, 30 de agosto de 2015

Mas por onde eu caminhe levarei o teu olhar e para onde tu fores levarás minha dor......


Já não se encantarão meus olhos em teus olhos,
já não se achará doce minha dor a teu lado.

Mas por onde eu caminhe levarei o teu olhar
e para onde tu fores levarás minha dor.

Fui teu, foste minha. Que mais? Juntos fizemos
um desvio na rota por onde o amor passou.

Fui teu, foste minha. Tu serás de quem te ame,
Do que corte em teu horto aquilo que eu plantei.

Eu me vou. Estou triste: mas eu sempre estou triste.
Eu venho dos teus braços. Não sei para onde vou.

…Desde teu coração diz adeus um menino.
E eu lhe digo adeus.

Pablo Neruda

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Minha querida filha.......................



Minha querida filha,

Percorro o tempo, desde o tempo que existo
no meu olhar interior vejo momentos, tantos.
Muitos momentos especiais...
Mas só dois se destacam,
as duas gestações
diferentes mas com a mesma dose de amor...
uma dose infinita.
Hoje faz 27 anos que nasceste para o mundo
tu minha Princesa do Sol Nascente
menina linda, tão doce e querida por todos.
Teu irmão escolheu o nome: Ana Rita
E por seres pequenina protegia-te
e tornaram-se nos melhores irmãos.
Como sinto orgulho em ti, em vós.
Foste crescendo amiga, solidária, responsável.
És a minha menina com o dom da arte.
Tu e o Nuno são a minha vida,
a revelação de um amor incondicional e eterno.
Queria tanto que o nosso momento,
o momento que festeja a vida, fosse de plena felicidade.
Mesmo incompletas tenho um desejo:
que a vida te dê o muito que mereces!
Sê feliz minha filha.
Parabéns pelo nosso dia! Amo-te!


domingo, 16 de agosto de 2015

Meu querido filho..................



Meu querido filho,

Estamos em Agosto, mês em que íamos de férias para a casa da Avó Bia e do Avô Gabriel.
Um ano depois de tirares a carta foste sempre tu a conduzir.
E nem dávamos pela viagem.
A tua irmã, ouvindo música, adormecia e eu acabava também por dormir....o cansaço assim o exigia.
Na Mealhada fazíamos o desvio para ir à Meta dos Leitões. Como gostavas de leitão. Eu pedia meio bife grelhado que mais parecia bife e meio. Acabava por o dividir contigo e com a tua irmã. Depois vinham os gelados....que deliciosos!
Faz 4 anos que nos conduziste até ao Estoril à casa da Avó Bia para passarmos uns dias de férias em Agosto....foi em 2011.
Como te sentias feliz com a avó, os tios e as primas. Depois destas férias fomos no Natal e já em 2012 no fim de Abril (no fim de semana prolongado do meu aniversário e altura em nasceu a pequenina Carolina filha da vossa prima e minha sobrinha Gabriela).
Foram momentos tão felizes. Mas a vida levou-te para outra vida um mês e meio depois.
Faz 38 meses que nos deixaste.
A tua irmã e eu temos feito a mesma viagem mas agora é ela a conduzir....já não dorme mas continua a ouvir a música da pen que trazias sempre no carro.
O tempo passa e as saudades aumentam.
Nada é igual. Diz-se que ninguém é insubstituível. Mas vós meus filhos são-no!
Nunca ninguém ocupará o vosso lugar no meu coração, na minha mente e na minha alma. Adoro-vos!


sábado, 15 de agosto de 2015

Os meus pequenos utentes.......................

Os meus pequenos utentes:

Consulta de Saúde Infantil de gémeos (rapaz e rapariga) com 6 anos. Vieram acompanhados da mãe e da irmã mais velha (com 14 anos).
- Como se chama a tua namorada - perguntei ao F.
- Não tenho - disse ele
- E como se chama o teu namorado? - perguntei à M.
- Não se chama. Não tenho.
Para ver se as respostas condiziam perguntei a ambos pelos namorados de um e de outro. Confirmaram as suas respostas.
Mas de imediato a M. disse:
- A minha irmã R. tem namorado e chama-se Marcelo. Ela contou-me mas eu não posso dizer.
- Está bem! Fica descansada pois aqui ninguém ouviu nada. - respondi baixinho e piscando o olho!


*************************

Os meus pequenos utentes:

Na consulta aberta da minha pequena utente de 4 anos que foi acompanhada da mãe.

- Então fofa, que te doi? - perguntei
- Não sou fofa, sou Soraia. Doi-me o ouvido.
- Ela só quer estar na piscina que montamos no jardim - disse a mãe
.....................................
- Soraia durante uns dias não podes ir à piscina - aconselhei depois de a observar
- Se eu for fofa posso ir à piscina? - perguntou ela como se fosse um pedido.
(risos)


************************

Os meus pequenos utentes:

Consulta de hipertensão de uma utente que foi acompanhada de sua neta.
- Sabes, já sei falar inglês. - disse-me a B. de 6 anos
- Ai sim? E o que sabes dizer? - perguntei
- Mãe é móder (mother) e pai é fáder (father).
- Que bem. E avó? Como chamas a tua avó em inglês? - perguntei
- "Vóder" - respondeu a B. cheia de confiança.
(risos)

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

sábado, 1 de agosto de 2015

A minha pequena utente................



Diz-me a minha pequena utente:
- Tenho 2 presentes para ti.
- E o que é?
- É um desenho e uma jóia.

E lá me deu os 2 presentes. Duas jóias valiosas e sem preço. Valem um belo momento na minha vida. Obrigada querida Francisca.

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Os meus pequenos utentes..................



Os meus pequenos utentes....

Digo eu à mãe acerca da patologia da sua filha:
- Ela ainda é muito pequenina para ser operada
Responde a pequenina de imediato:
- Eu já tenho 4 anos!!

****************************

Os meus pequenos utentes:

Na consulta aberta depois de observar a mãe da minha pequena utente (reparei na atenção que ela prestou a tudo o que eu fazia):

- MC o que queres ser quando fores grande?
- Méquida - respondeu ela
- Médica de pessoas grandes ou de crianças?
- Méquida de doentes! - respondeu ela muito séria.

****************************

Os meus pequenos utentes:

Na consulta de Saúde Infantil enquanto eu falava com a mãe a minha pequena utente, com 4 anos, ora cantava, ora falava sozinha enquanto fazia um desenho.
A mãe olhou-a e depois disse-me:
- Gostava de saber o que se passa na cabeça dela.
- Shampuuu! - respondeu de imediato a minha pequena utente.

***************************

Os meus pequenos utentes:

Enquanto eu registava uma informação clinica hospitalar da avó da minha pequena utente de 5 anos que tinha sofrido um AVC ligeiro:
- O que acontece se a pessoa perde o cérebro? - perguntou ela
- A pessoa morre -respondi
- Pensei que ela ficava sem imaginação - respondeu ela com cara de quem não ficou convencida com a minha resposta.

**************************

Os meus pequenos utentes:

O meu pequeno utente veio à consulta de Saúde Infantil. Tinha feito 5 anos no fim de semana passado.
- Como correu a tua festinha? - perguntei
- Foi boa. Mas tive pena do Luís.
- Porquê? Aconteceu-lhe alguma coisa? - perguntei
- Não. Ele não pode comer doces...tem aquela doença como a minha avó ...."a diabólica".

*************************

Os meus pequenos utentes:

Consulta de rotina do pai da minha pequena utente de 6 anos.
Ao preencher os dados da ficha individual:
- Qual é a sua profissão?
- Técnico de cores. - respondeu o meu utente
- És estampador! - arrematou a minha pequena utente enquanto desenhava numa folha que lhe dei.
......
- Fuma? - perguntei eu
- O meu pai não fuma mas a minha mãe já fumou.
......
- Vamos pesar - disse eu.
- Ele engordou sabes? Come 2 pratos cheios de comida!

*************************

Os meus pequenos utentes:

Hoje na consulta da mãe do meu pequeno utente que veio acompanhada de seu filho que eu já não via a algum tempo.

- Olá D. estás bom? - perguntei.
- Estou! E tu é que estás velhota! (risos)
- Pois já tenho muitos cabelos brancos. - respondi
- São cinzentos - respondeu ele. (mais risos)

(Adorei a sinceridade e a perspicácia do D. pois, realmente, estou a ficar "velhota") :D

sexta-feira, 24 de julho de 2015

A Palavra (Ordet)


A Palavra (Ordet)

A palavra por muitos esquecida
A palavra por outros ignorada
A palavra tantas vezes omitida
A palavra outras vezes deturpada

A palavra tão pequenina
Mas nela reside o universo
A palavra que em surdina
é dita em tempo adverso

A palavra que é a essência
o âmago, a luz, a esperança
da nossa fugaz existência...
Fé...feliz de quem a alcança!

Maria do Resgate Salta

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Meu querido filho...............




Meu querido filho,
 Alguém me disse:
essa dor vai atenuar...
 no tempo esbater.
 Foi tão estranho o falar,
 alheia a um filho perder...
 como pode ela saber?

 O tempo tem passado
 e com ele percorre a dor
 nos dias em que sobrevivo
 desde que partiste meu amor.
 O tempo vai encurtar
 o tempo de te voltar a abraçar.
 Mais um mês de infelicidade
 Com esta dolorosa saudade!
Amo-te!

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Sentido.....................


Sentido

Dar sentido à vida...
quando a vida tem de ser sentida,
....aqui e neste momento,
em que o sentido não é vida
em que a vida está sem sentido

Como foi vivida e sentida
anos de vida com sentido.
O dia, o instante, a vida a partir
levou consigo o sentido
vive-se sem a vida sentir.

Maria do Resgate Salta

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Idade......................



Idade

Mente o tempo:
a idade que tenho
só se mede por infinitos.

Pois eu não vivo por extenso.

Apenas fui a Vida
em relampejo do incenso.

Quando me acendi
foi nas abreviaturas do imenso.

Mia Couto 

sábado, 27 de junho de 2015

Parabéns Meu Querido Filho



Meu querido filho,

Foi um dia especial
o do teu nascimento...
Foi o primeiro,
foi o nosso momento.
Foi o dia em que nasci
como mãe!
Na tua face pequenina
eterno amor senti.
Nas tuas mãozinhas
coloquei meu coração.
Foi o primeiro dia
dos dias seguintes…
cheios de amor...tanto amor
luz e alegria, preocupação...
tanta preocupação.
Hoje faz 31 anos que nasceste
para a vida e para nós.
Já partiste há 3 anos,
mas eu, a mãe que nasceu
naquele primeiro dia
envio-te meus beijos e amor
eterno filho meu!
Parabéns meu adorado filho!
Amo-te!





quinta-feira, 25 de junho de 2015

terça-feira, 16 de junho de 2015

3 anos!




Meu querido Filho,

Lembras-te desta noticia? Foi a viagem inaugural do projecto STMe no qual colaboraste enquanto fazias o doutoramento no INESC-Porto. Como estiveste empenhado neste projecto. À noite ficavas a ver no teu computador o recolher dos autocarros com internet da linha 207 da STCP para nada falhar na viagem inaugural. Como estavas orgulhoso do vosso trabalho.
3 anos!
Sabes que tudo mudou desde há 3 anos.
E a mudança não foi só para mim, foi para todos os que te amam.
Não sei como tenho resistido, não sei onde vou arranjar força para continuar a fazer o caminho da minha vida desde que partiste para sempre. Só no "sempre" te vou reencontrar.
Tudo mudou e está em mudança.
A vida não é estática, pelo menos para mim não o tem sido!
O meu trilho tem sofrido desvios, quase sempre com mudanças radicais.
Há 3 anos a vida descarrilou, saiu completamente do seu trilho...desfez a tua e a  minha existência. Desfez os nossos sonhos e realizações!
Tenho caminhado com o amor da tua irmã, dos teus tios e dos amigos.
Mas as forças começaram diminuir.
Quem diz que o tempo vai apagando a dor não sabe, não pode saber.... porque o meu amor por ti nunca se apagará e com ele permanecerá esta dor incalculável!
O meu caminho sofrerá mudanças para que a força de o fazer não se acabe, por mim e pela minha adorada filha e tua irmã.
O tempo ditará quando as mudanças serão feitas. Já não faço planos....só alinhavo o caminho.
Um dia esse caminho terá um fim que será o recomeço da minha nova vida junto a ti e, aí sim, para sempre.
Amo-te meu filho!