domingo, 4 de abril de 2010

Foi há 42 anos



Foi há 42 anos que Martin Luther King Jr foi brutalmente "silenciado" mas não ficou calado. A sua voz ouve-se até aos dias de hoje através daqueles que são injustiçados, explorados, segregados. O seu célebre discurso "I have a dream" continua com a força de então pois a humanidade não evoluiu: a discriminação continua, seja ela pela cor da pele, pela religião professada ou não, pela cor partidária, por ideais diferentes, por ser "diferente". Foi há 42 anos que este Homem foi assassinado por querer que todos tivessem direito à liberdade. Mas ele e todos os que morreram em defesa da liberdade não morreram só uma vez, morrem diariamente, a cada minuto em que essa liberdade é espezinhada por gente sem escrúpulos. Como diz Martin Luther King:

"Tenho um sonho, hoje.
Tenho um sonho que um dia todo os vales serão elevados, todas as montanhas e encostas serão niveladas, os lugares ásperos serão polidos, e os lugares tortuosos serão endireitados, e a glória do Senhor será revelada, e todos os seres a verão, conjuntamente."

Eu também tenho este sonho e o sonho que este sonho se torne realidade.