sábado, 1 de maio de 2010

1 de Maio


A 1 de Maio:

1500 - Pedro Álvares Cabral toma posse da "Ilha de Vera Cruz" (hoje: Brasil) em nome do rei de Portugal

1707
- Entra em vigor o Tratado de União unindo o Reino da Inglaterra ao da Escócia para formar o Reino da Grã-Bretanha.

1786
- Estréia a ópera As Bodas de Fígaro de Wolfgang Amadeus Mozart em Viena.

1834
- A escravatura é abolida nas colónias inglesas.

1886
- Início da greve geral nos Estados Unidos da América e manifestação nas ruas de Chicago. Os eventos que se seguiram motivaram a criação do Dia do Trabalhador.

1961
- O primeiro-ministro de Cuba, Fidel Castro, proclama o país como nação socialista e abole as eleições.

1974
- O chamado 1º Primeiro de Maio, o grande comício em liberdade (Lisboa) no Dia do Trabalhador. O evento foi marcado pela presença de Mário Soares e de Álvaro Cunhal, regressados do exílio.

1994
- Ayrton Senna sofre acidente grave no Grande Prêmio de San Marino e morre no mesmo dia.

2004
- Passam a integrar a União Européia os seguintes países: Chipre, Eslováquia, Eslovênia, Estônia, Hungria, Letônia, Lituânia, Malta, Polônia e República Checa.

2009 - O casamento entre pessoas do mesmo sexo é legalizado na Suécia.

(fonte: Wikipédia)

Em 1956 a minha mãe deu à luz uma menina. Foi registada com o nome da avó materna, Maria do Resgate, que tinha falecido 2 meses antes. Este acontecimento não entrará para a lista da Wikipédia mas está na memória da minha mãe. Parabéns mãe. Obrigada pelas noites perdidas a zelar o meu sono, o desvelo que tinhas quando eu estava doente, a preocupação com o meu bem estar, os afagos quando eu estava triste, o quereres o melhor para mim. Agradeço também, não só as palavras de carinho, como as para me repreender por alguma falta que eu cometia. Obrigada por me incentivares a estudar e ter a profissão que eu tanto desejava. Obrigada por seres a minha mãe. Ainda ouço as tuas sábias palavras que me indicavam o caminho de rectidão, do respeito pelo próximo, da solidariedade e da simplicidade.
Hoje faz 54 anos que nos conhecemos. Adoro-te MÃE.