sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Espera............................


'' ... O tempo é algo que não volta atrás.
Por isso plante seu jardim e decore sua alma,
Ao invés de esperar que alguém lhe traga flores ... ''

William Shakespeare

sábado, 23 de novembro de 2013

Ordem no recinto..............



ORDEM NO RECINTO.

Resolvi tirar do peito.
Abrir gavetas.
Escancarar.
Saquei dinheiro da poupança.

Joguei fora roupa velha.
Espanei móvel.
Poli meus desejos.
Encerei o chão só para escorregar.
Tomei banho rápido.
Fiz mala de viagem.
Coloquei nada dentro.
Vazia vai.
Volta cheia.
Tenha certeza.
Chega de vidinha.
Parei com as vidinhas.
Hora de botar a casa em ordem.
A começar fazendo desordem.
Começando HOJE e SEMPRE.


Com Um Punhado De Palavras

How can i go on.................





How can I go on
From day to day
Who can make me strong in every way
Where can I be safe
Where can I belong
In this great big world of sadness
How can I forget
Those beautiful dreams that we shared
They're lost and they're nowhere to be found
How can I go on

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Sorriso.......do meu filho!



Encho o vazio do tempo
com o teu sorriso
que me chega sorrateiro,
saindo da fotografia
que um instante retratou .


Amo-te meu filho!

sábado, 16 de novembro de 2013

Quero acordar-te........................



Quero acordar-te
da profundidade do teu sono,
da carícia tornada ferida,
do crepúsculo não vivido.
Buscaste-me quebrando
um a um os silêncios
das tuas mãos,
pisaste as estradas,
com asas chegaste
como o outono
discreto mas presente.
Sou a semente que se perdeu
entre as pedras do caminho
e o luar esquecido pela claridade
dos néons.
Soube-nos a chegada
a partida pela noite.
Se voltas,
porque tens de partir
na cauda dos ventos do norte?
O frio percorre-me
quando começa a sombra da tua ausência.


Lília Tavares in Parto com os Ventos

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

A luz que voltou a brilhar............





Meu querido filho ,

O teu computador já foi renovado, já vejo de novo aquela luz azul que cintilava na tua sala......agora está na casa da tua irmã Sano Ogawa . Ela vai dar-lhe o uso que eu não daria.....este computador é teu meu filho querido e é da tua irmã que tanto adoramos. Está aqui na casa dela, veio comigo e com o teu grande amigo Andre Alves, amizade de irmãos e colegas de escola. Este computador que montaste com tanto esmero, finalmente, ao fim de 17 meses vai ter novamente vida. Adoromos-te Nuno Salta. Adoro-te meu filho




sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Asas........................




Asas servem para voar,
Para sonhar, ou para planar
Visitar, espreitar, espiar,
Mil casas do ar.

As asas não se vão cortar;
Asas são para combater,
Num lugar infinito no vacuo,
Para respirar o ar.

As asas são
Para proteger, te pintar
Não te esquecer,
Visitar-te, olhar-te, espreitar-te
Bem alto do ar.

E só quando quiseres pousar
Da paixão que te roer,
É um amor que vês nascer
Sem prazo, idade de acabar.
Não há leis para te prender
Aconteça o que acontecer.

Mas só quando quiseres pousar
Da paixão que te roer,
É um amor que vês nascer
Sem prazo, idade de acabar.

Não há leis para te prender
Aconteça o que acontecer.
Não vejo leis para te prender
Acontença o que acontecer.
Não há leis para te prender
Aconteça o que acontecer...

GNR

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Porque gostamos....................





Porque gostamos .......with Nuno Salta ♥ and Sano Ogawa ♥

Viagem..........................




Viagem

O beijo da quilha
na boca da água
me vai trocando entre o céu e mar,
o azul de outro azul,
enquanto
na funda transparência 
sinto a vertigem
de minha própria origem
e nem sequer já sei
que olhos são os meus
e em que água
se naufraga minha alma
Se chorasse, agora,
o mar inteiro
me entraria pelos olhos

Mia Couto

sábado, 2 de novembro de 2013

Voltar atrás..................


Só existe um motivo que me levaria voltar atrás...... até 27 de Junho de 1984...data de nascimento do meu filho.....viver tudo de novo, todas as alegrias, as angústias, as realizações... ainda mais intensamente! E naquele dia, quase 28 anos mais tarde, sairia eu de casa na sua vez, percorreria eu o mesmo caminho ....naquele dia ....seria ceifada a minha vida.....e não a dele!