sexta-feira, 31 de julho de 2015

Os meus pequenos utentes..................



Os meus pequenos utentes....

Digo eu à mãe acerca da patologia da sua filha:
- Ela ainda é muito pequenina para ser operada
Responde a pequenina de imediato:
- Eu já tenho 4 anos!!

****************************

Os meus pequenos utentes:

Na consulta aberta depois de observar a mãe da minha pequena utente (reparei na atenção que ela prestou a tudo o que eu fazia):

- MC o que queres ser quando fores grande?
- Méquida - respondeu ela
- Médica de pessoas grandes ou de crianças?
- Méquida de doentes! - respondeu ela muito séria.

****************************

Os meus pequenos utentes:

Na consulta de Saúde Infantil enquanto eu falava com a mãe a minha pequena utente, com 4 anos, ora cantava, ora falava sozinha enquanto fazia um desenho.
A mãe olhou-a e depois disse-me:
- Gostava de saber o que se passa na cabeça dela.
- Shampuuu! - respondeu de imediato a minha pequena utente.

***************************

Os meus pequenos utentes:

Enquanto eu registava uma informação clinica hospitalar da avó da minha pequena utente de 5 anos que tinha sofrido um AVC ligeiro:
- O que acontece se a pessoa perde o cérebro? - perguntou ela
- A pessoa morre -respondi
- Pensei que ela ficava sem imaginação - respondeu ela com cara de quem não ficou convencida com a minha resposta.

**************************

Os meus pequenos utentes:

O meu pequeno utente veio à consulta de Saúde Infantil. Tinha feito 5 anos no fim de semana passado.
- Como correu a tua festinha? - perguntei
- Foi boa. Mas tive pena do Luís.
- Porquê? Aconteceu-lhe alguma coisa? - perguntei
- Não. Ele não pode comer doces...tem aquela doença como a minha avó ...."a diabólica".

*************************

Os meus pequenos utentes:

Consulta de rotina do pai da minha pequena utente de 6 anos.
Ao preencher os dados da ficha individual:
- Qual é a sua profissão?
- Técnico de cores. - respondeu o meu utente
- És estampador! - arrematou a minha pequena utente enquanto desenhava numa folha que lhe dei.
......
- Fuma? - perguntei eu
- O meu pai não fuma mas a minha mãe já fumou.
......
- Vamos pesar - disse eu.
- Ele engordou sabes? Come 2 pratos cheios de comida!

*************************

Os meus pequenos utentes:

Hoje na consulta da mãe do meu pequeno utente que veio acompanhada de seu filho que eu já não via a algum tempo.

- Olá D. estás bom? - perguntei.
- Estou! E tu é que estás velhota! (risos)
- Pois já tenho muitos cabelos brancos. - respondi
- São cinzentos - respondeu ele. (mais risos)

(Adorei a sinceridade e a perspicácia do D. pois, realmente, estou a ficar "velhota") :D

sexta-feira, 24 de julho de 2015

A Palavra (Ordet)


A Palavra (Ordet)

A palavra por muitos esquecida
A palavra por outros ignorada
A palavra tantas vezes omitida
A palavra outras vezes deturpada

A palavra tão pequenina
Mas nela reside o universo
A palavra que em surdina
é dita em tempo adverso

A palavra que é a essência
o âmago, a luz, a esperança
da nossa fugaz existência...
Fé...feliz de quem a alcança!

Maria do Resgate Salta

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Meu querido filho...............




Meu querido filho,
 Alguém me disse:
essa dor vai atenuar...
 no tempo esbater.
 Foi tão estranho o falar,
 alheia a um filho perder...
 como pode ela saber?

 O tempo tem passado
 e com ele percorre a dor
 nos dias em que sobrevivo
 desde que partiste meu amor.
 O tempo vai encurtar
 o tempo de te voltar a abraçar.
 Mais um mês de infelicidade
 Com esta dolorosa saudade!
Amo-te!

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Sentido.....................


Sentido

Dar sentido à vida...
quando a vida tem de ser sentida,
....aqui e neste momento,
em que o sentido não é vida
em que a vida está sem sentido

Como foi vivida e sentida
anos de vida com sentido.
O dia, o instante, a vida a partir
levou consigo o sentido
vive-se sem a vida sentir.

Maria do Resgate Salta