sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Meu querido filho......





 Meu querido filho,
 Amor que iniciou no ventre
 sentindo a tua presença
 nos enjoos,
 nos teus movimentos,
 no bater do teu coração,
 na magnitude do útero,
 concha que te acolheu
 até o dia que nasceste.
 Quarenta e duas semanas dentro de mim...
 não tinhas pressa
 a tua calma....essa tua calma.
 Viveste sem pressa
 saboreaste cada momento,
 como se o conseguisses parar no tempo.
 Chegavas às metas sem atropelos,
 nunca te preocupaste em agradar ninguém
 o teu esforço e trabalho falavam por ti...
 e agradaste a tantos.
 Todos os que te conhecem
sabem que trilhavas o caminho da rectidão...
 sem menosprezar e injustiçar ninguém.
 E sempre com calma....sem pressa.
 40 meses se passaram desde que partiste!
 O meu ventre de mãe mirrou!
Mirrou de tantas saudades tuas
 meu querido filho.
 Metade de mim está contigo!
 A outra metade vai vivendo
 momento a momento
 rascunhando a vida!
 Adoro-te meu Amor!