sexta-feira, 1 de julho de 2016

Dia 1 de Julho


Já só faltam 22 tratamentos! Hoje fui à tarde pois à noite tinha a Transmissão de Tarefas do Rotary Club de Vizela. Na 1ª sala devido à hora (15h) estavam pessoas que não conhecia. Não esperei muito. Na 2ª sala de espera encontrei-me com uma das pacientes que também costuma ir à noite. Tem o cabelo rapado mas não usa lenço nem peruca. Veio-me à ideia outra paciente que uns dias antes confessou que o que mais lhe custou, quando fez a quimioterapia, foi ter de cortar o cabelo. Chorou dias a fio.
A de hoje é muito positiva e encara a doença, o cancro, o "malzinho"
de frente e com ar vencedor!
Depois da sessão de "solário" (que me está a por morena só à direita 😉) cruzei-me com um senhor de Vizela. Estava na cadeira de rodas e coberto com o casaco. Parei para falar com ele. Com uma voz sumida disse que tinha frio por estar ali parado (mas o ambiente estava agradável) e que estava à espera do filho.
Conversa puxa conversa (estamos na época das cerejas 😉) falamos da vida e da morte. E o que fazemos da vida entre o nascer e morrer. Que o futuro é incerto mas o instante tem de ser bem aproveitado! Ele esticou-se na cadeira e a conversa fluiu. O filho chegou, despedimo-nos: bom fim de semana, fique bem! Viva o instante!
À chegada a Vizela, como estava cheia de calor e já com apetite, lá houve paragem no Teatro dos Sonhos para uma tarte de maracujá e um sumo natural de maçã bem fresquinho! Um instante bem passado com a Maria Ivone Pinto Guimaraes.