quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Regresso ______


De volta a casa.
Digo casa e não lar.
Nos momentos em que a minha filha está cá de férias volta a ser o meu lar mas não o mesmo LAR!
Ainda estou de férias mas esta semana que passei em Cascais com a minha filha e minha família deu para retemperar.
Soube a pouco confesso. Gosto de estar com quem me faz sorrir e até dar gargalhadas. Não tarda ficarei novamente só na minha casa.
Os meus sobrinhos-netos estão lindos. As crianças (mesmo as traquinas) têm o dom de me alegrar o espirito. Basta a sua presença.
Por isso muitas mães de utentes meus e minhas, actualmente jovens adultos(as), ficam admiradas das recordações que tenho dos seus filhos quando eram bebés e crianças.
Como não podia deixar de ser as férias também já não são o que eram. Falta-me o meu filho.
Eu sabia quando ele subia estes degraus. O andar dele era inconfundível. E se lhe cheirava a comida ou sobremesa subia-os num ápice.
E mesmo estando em silêncio na sua sala de trabalho enchia o nosso LAR com a sua presença.
Hoje voltei para minha casa. As férias vão continuar por mais uns dias.
A minha vida mudou, mas continuo a fazer pela VIDA. Um dia chegarei ao cimo da sua escada.