segunda-feira, 5 de junho de 2017

Meu filho Nuno



Foi há 33 anos que Deus te enviou para seres meu filho e foi há 5 anos que Deus te levou para junto d'Ele.
O tempo percorre a rua das nossas memórias.
E são tantas memórias: doces, divertidas, angustiadas, cheias de amor por ti.
Mas as memórias nunca estão sós.
Elas andam entrelaçadas às saudades.
Saudades da tua presença, do teu olhar, do teu sorriso, do teu abraço.
Assim te vejo: a flutuar na imensidão do infinito com teu sorriso lindo.
Adoro-te meu filho!

Dia 17 de Junho às 18h celebrar-se-á a Missa do 33º Aniversário de nascimento e do 5º Aniversário de falecimento do meu filho Nuno Gonçalo Castro Plácido Salta, na Igreja de S. João em Vizela.

domingo, 4 de junho de 2017

Eu sou o que penso __________



Navego, firmemente, a nau das minhas opiniões.
Seguro a vela do meu pensamento,
nos mares revoltos das opiniões alheias,
até a tempestade ser levada pelo vento!

MRS

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Regresso


Regresso ao útero materno,
mergulho no feto que fui
todos meus sentimentos e emoções…
deixo-os pendurados no cordão umbilical…
Em paz, adormeço na posição fetal.

MRS

domingo, 21 de maio de 2017

Momentos __________



Momentos com quem já fez parte da minha vida (em Luanda) e voltou a cruzar-se com a minha vida.

A idade não conta______ seremos sempre as jovens da Rua José Oliveira Barbosa (JOBs) em Luanda.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Curtas Poéticas 2017




No meio do êxtase mora minha alma,
que fala através das entrelinhas,
que mostra meu amor
no latente do que posso chamar de eterno.

********

Asa ferida
voar rasante
respirar a vida
fazer o caminho
no colo mãe
no afago do filho

*********
Na plataforma ficou
o amor
O beijo se despediu
com dor
A viagem iniciou...

*********

O amor sentido num segundo
na pulsação do coração
no toque de cada mão
na palavra do olhar.

*********

Ouço a tua voz
na memória da ternura
Sinto teu o coração
na profunda saudade
Vejo o teu olhar
na lágrima calada.

*********

Verso rimado em cartão guardado,
sonho empoeirado no abraço apertado,
sorriso desenhado na estação do passado,
amor infindo no coração cravado.

*********

Saudade num colar de pétalas
Aroma de cores salpicada
Verso perdido numa canção
Alucinar pela chegada
Entre a primavera e o verão
Amor infinito.

*********

Sou maré cheia
Noite de lua incandescente
O coração inundo profundamente.
Sou vento forte do furacão
em rodopio na tua direcção.
Sou o verbo!

*********

Nascer de novo
Lápis, folha de papel, ponte
Desenhar o momento,
Tecer o berço
Trilhar a infância,
voar no tempo
Beijar-te na despedida.

*********

Acarinhar-te no meu silêncio
Não importa se nunca virás
Este sentir ilimitado, recluso em mim
Não importa se nunca virás
Amar-te-ei, até ao fim!

*********

Amar devagar,
suspender no tempo,
momento eternizado
na luz do nascimento.

*********

Onda agitada
brisa refrescante
sol escaldante
Amor é tudo e nada!

Maria do Resgate Salta

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Faz hoje um ano _______


Faz hoje 1 ano que fui operada ao meu cancro da mama. Faz hoje 1 ano que a minha vida, mais uma vez, deu uma volta.
Não foi a pior volta! A pior volta foi a morte do meu filho!
Desde há 1 ano, após a cirurgia e os tratamentos, abençoo (não estranhem o que digo a seguir) a oportunidade que Deus me deu ao ter que passar pelo caminho do cancro.
Nem tudo é mau, ou melhor, nem tudo tem que ser mau. Quando estamos no lado negro da vida e nos perguntamos "porquê eu?" (nunca fiz essa pergunta) devemos perguntar "porque não eu?". A vida oferece-nos constantemente as suas dádivas e nós, preocupados com os afazeres, com os problemas (porquê eu?), com as ambições, vivendo um futuro tão incerto, não aproveitamos essas dádivas.
Durante os tratamentos conheci pessoas fantásticas que me enriqueceram. Pessoas que mudaram a sua visão da vida quando souberam que tinham cancro: umas de uma forma positiva, outras de uma forma negativa (porquê eu?) mas todas com o objectivo de não se deixarem vencer pelo cancro, doença, malzinho.
Comecei a ingerir comprimidos aos 60 anos. Muito bom pois tenho na minha lista utentes com a minha idade que já tomam uma mão cheia há vários anos.
Desde há 1 ano iniciei um novo caminho ____ despindo-me e desfazendo-me do que não me faz falta. Quero ter lugar para a vida!
Agradeço a Deus a oportunidade que me concedeu (com o aparecimento do meu cancro) de eu começar a saborear a vida!

terça-feira, 9 de maio de 2017

Momentos _____________



Momentos com quem já fez parte da minha vida (em Luanda) e voltou a cruzar-se com a minha vida. JOB.

terça-feira, 2 de maio de 2017

Obrigada _____



Nosso círculo de amigos é como um círculo, não tem começo nem fim.
Ontem é história, amanhã é mistério, hoje é uma dádiva.
Agradeço a todos os que tornaram o "meu hoje" numa dádiva de carinho.
Retribuo o carinho com um abraço apertado.


segunda-feira, 1 de maio de 2017

Dia de aniversário _______


Quem determina quando haverá mudança na nossa vida? Não é o calendário, não é um aniversário, nem um ano novo ____ é um evento. Grande ou pequeno, bom ou mau _____ algo que nos mude e que de preferência nos dê esperanças ____ uma nova maneira de viver e de olhar para o mundo _____ desfazendo-nos de velhos hábitos e memórias que nos possam condicionar.
O importante é nunca deixar de acreditar que podemos ter um novo começo, mas também é importante lembrar que existem alguns momentos, que valem a pena serem guardados na nossa memória, porque, mesmo mudando, somos esses tão importantes momentos.
Hoje mudo de ano, entro num novo ano da minha vida_____já passaram 61 anos desde que nasci ____mas diariamente tento lapidar as imperfeições que tenho. Tarefa difícil, mas que farei mesmo sabendo que, um dia, algumas partirão comigo.
O dia que hoje se refaz no calendário tem um grande significado e importância, não para o mundo, nem tanto para mim _____ é o dia dos meus pais. Principalmente para a minha mãe ________ para ela sim, o dia tem toda a importância do mundo. Parabéns para a minha mãe que me deu vida!
Beijinho daqui para aí!

sábado, 22 de abril de 2017

quarta-feira, 19 de abril de 2017

domingo, 16 de abril de 2017

Meu querido filho _________


Meu querido filho,

Como sabes ando a arrumar a casa _____ a casa que um dia já foi lar. A casa que tem o teu quarto e a tua sala, o teu cantinho. A casa que foi um dos motivos de não teres ficado a viver no Porto quando entraste para a faculdade. Durante anos fizeste o caminho entre Vizela e Porto.
Durante a arrumação inúmeras memórias vieram ter-me às mãos. Fotografias tuas, cadernos da escola e da faculdade, cartões da escola e faculdade, cartão de sócio do nosso Glorioso Sport Lisboa e Benfica, papelada da Segurança Social ____ tantos momentos que tenho revivido nestes dias ____ dolorosos mas com uma pequena dose de felicidade por ter tido o privilégio de te ter como filho.
Já não falta muito para eu deixar esta casa que um dia já foi o nosso lar e que iria ser tua.
Só o teu quarto e a tua sala me seguirão, em pensamento, para a nova casa.
Levo também as tuas medalhas dos jogos de futebol e os inúmeros cachecois do GLORIOSO.
Aqui estás com a camisola do nosso Benfica.
Mais um mês sem ti. Mais um mês a transbordar de saudades.
Amo-te meu filho.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Voar ________


Muitos vivem amarrados às exigências da sociedade, do trabalho, das contas ao fim do mês, da ambição de ter mais ___ enfim, sufocados.
Quando era jovem quis mudar o mundo e fiz planos para uma vida longínqua.
Aprendi que não podia mudar o mundo mas sim o "mundo" de algumas pessoas. Não concretizei todos os planos para a minha vida "longínqua"____a vida tratou de os mudar.
Hoje, no poente da idade, eu quero bem pouco e prefiro concentrar-me no agora do que planear um futuro incerto.
Preciso de poder voar tendo uma visão estratégica das janelas.
Saber que existe o sol e não poder vê-lo nem senti-lo é um absurdo.
Saber que existimos e não viver é insensato.

MRS

domingo, 9 de abril de 2017

Paz _______



A paz
chega
depois da guerra...
é tempo de unir pedaços
com o silêncio dos mortos
e o com olhar mudo dos vivos.

MRS

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Alegria _______


“Se tiver o hábito de fazer as coisas com alegria, raramente encontrará situações difíceis.”

Robert Baden-Powell

sábado, 25 de março de 2017

Amor incondicional ______ aos meus filhos




Imagino-vos
nos meus braços, pedaços de mim
Tão frágeis meus tesouros
Protejo-vos, sussurro uma canção
Adormecendo no vosso sono
Acordando cheia de amor
Tanto amor
Amor sem medida, sem preço
Com nome de único, por ser incondicionalmente perfeito
Amor da vossa mãe.

MRS


Desenho de Ana Salta em http://sanowashere.deviantart.com/art/Storytelling-205146931


quarta-feira, 22 de março de 2017

Poema agreste



Poema agreste

Não sei por que buscas palavras longas
 para as coisas breves que nos assombram.

Não sei por que teces teias enormes
 para as incertezas que nos envolvem.

Não sei por que insistes. Não sei porque insistes
 em prender meus passos nesse limite.

Glória de Sant’Anna



quinta-feira, 16 de março de 2017

Meu querido filho _______


Meu querido filho _____

Mais um mês
acordando para a vida
sem a tua presença
Mais um mês
sentindo a vida
sem o teu toque
Mais um mês
vendo toda a vida
sem te poder ver
Mais um mês
ouvindo os sons da vida
sem as tuas palavras
Mais um mês
tentado sorrir para a vida
sem o teu sorriso
Mais um mês
vivendo
sem a tua vida!

Lembraste desta fotografia? Foi na Expo 98 (acompanhado da tua irmã Sano Ogawa e da tua prima Joana Salta). Dias de correria para tentar ver todos os pavilhões. Dias em que tu, amante do conhecimento, foste feliz.

Beijo de saudade meu querido filho!

domingo, 12 de março de 2017

Liberdade ___________


“Que nada nos defina. Que nada nos sujeite. Que a liberdade seja a nossa própria substância.”

Simone de Beauvoir



domingo, 5 de março de 2017

sábado, 25 de fevereiro de 2017

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Imenso amor o meu _______


Imenso amor o meu, tão grande
que minha alma, liberta da couraça,
da mágoa, da aridez, da tristeza
vive no espaço que esse amor lhe traça.
Como a lei da vida impõe um fim,
morra eu, que de matéria me componho,
mas nunca morra o amor que vos tenho! ❤




quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Medo de perder ______



"Quantas coisas perdemos por medo de perder."

Paulo Coelho


domingo, 19 de fevereiro de 2017

Minha querida mãe ________


Minha querida mãe,
Faz 3 anos que nos deixaste.
Sabes que já o previa. Desiste de viver no 2º internamento. Já vinhas a desistir desde aquele fatídico dia em que o meu filho e teu neto faleceu. Ficaste revoltada e uma tristeza profunda te inundou. Nunca mais vieste a Vizela _____ não irias encontrar o teu querido neto.
Durante a minha vida conheci-te como uma mulher batalhadora e que enfrentou as adversidades da vida com coragem. Sei que sofreste com a morte da minha irmã mais velha, que não conheci. Mas não te deixaste abater.
A tua preocupação com teus netos era uma constante. As tuas orações para que nada de mal lhes acontecesse eram diárias.
E quando recebeste a terrível noticia paraste de viver _____passaste a sobreviver com o sofrimento da perda.
Naquela dia, no hospital, soube que querias ver o teu neto e foste de encontro a ele no dia seguinte.
Minha querida mãe, como sinto saudades da tua companhia e dos teus cozinhados. Eras uma cozinheira de mão cheia: a moamba, o caril à indiana picante até às lágrimas, o assado, as quitetas, a caldeirada de cabrito ____ até os peixinhos da horta eram deliciosos.
Adoro-te minha querida mãe!

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Meu querido filho ________


Meu querido filho,
Há uns dias descobri esta foto, que é uma de várias. Lembras-te da nossa viagem a Londres? Mind the gap! Mind the gap _____ Frase dita nas várias plataformas do Metro.
A tua irmã tirava as fotos e tu filmavas. Foram uns dias de correria para vocês poderem usufruir o máximo de monumentos e museus.
Aqui estás no Tate Britain a olhar para este quadro de Piet Mondrian e posso adivinhar o teu pensamento _____ "já montava este cubo de Rubik." _____ Adoravas os cubos de Rubik e quanto maior o grau de dificuldade mais sentias prazer de os solucionar!
Olhando para o monitor do teu computador os cubos rodavam rapidamente nas tuas mãos até ficarem com as cores aparelhadas.
A tua sala está quase vazia mas a tua presença com os teus cubos de Rubik preenche a minha memória!
Mais um mês sem ti meu querido filho! Amo-te!

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Silêncio e a Fé _______




Existem momentos que nos marcam ou que nos fazem ver para dentro. E neste filme olhei para dentro de mim ____ para o invisivel de mim ___ para a minha Fé ___ para o meu Amor, não às coisas ou imagens, mas para o que, mesmo não vendo, sinto a sua forte existência. E esta existência invisivel aos olhos que fazem parte do meu corpo, ficou ainda mais visivel para o meu espirito. Nunca me esquecerei deste filme pois deu-me a felicidade de ver quem eu amo e de quem a vida me separou fisicamente. Deu-me a felicidade de ver a minha Fé. Fui de encontro a este momento por acaso ____ ou talvez não! ❤

Ora!!


segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Ser Médica de Família __________


Assim entendo a Medicina Geral e Familiar _____

A minha utente F. entrou no consultório e depois de ser convidada a sentar-se não conseguiu articular uma palavra. As lágrimas escorreram-lhe pela cara num choro convulsivo. Senti o seu sofrimento como se meu tratasse, pois foi um momento muito intenso. Esperei, calada, que as lágrimas e o choro dessem lugar às palavras.
- Desculpe srª doutora - disse a minha utente F,
- Não necessita de pedir desculpa, nem só as palavras nos transmitem o sofrimento dos doentes.
- Eu já não aguento mais, apetecia-me entrar no carro e esbarrar-me contra um muro e ir para o hospital para ter descanso.
Fui puxando, devagarinho, o fio à meada. Problemas familiares.
Disse-lhe que a iria medicar para ajudar a ultrapassar os problemas mas que teria de tomar decisões pois os problemas continuariam a massacrá-la.
A conversa foi desenrolando até que ela olhou para o relógio e disse:
- Já estou aqui há muito tempo. A srª doutrora tem outros doentes à espera.
- A senhora está na sua vez e a consulta acaba quando eu achar que já sai daqui melhor do que entrou e com a sua medicação.
Mais uns minutos de conversa onde eu, mais ouvinte, entrevia para a acalmar. No fim olhei para o computador, fiz os registos e passei a receita. Marquei nova consulta para mais uns dedos de conversa e vigiar o seu estado.
A minha utente F, saiu mais aliviada e o tempo da consulta serve, não para ser cronometrado, mas para ouvir, aconselhar e tratar o meu utente.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Ao longe, ao luar _________


Ao Longe, ao luar

Ao longe, ao luar,
No rio uma vela,
Serena a passar,
Que é que me revela?
Não sei, mas meu ser
Tornou-se-me estranho,
E eu sonho sem ver
Os sonhos que tenho.
Que angústia me enlaça?
Que amor não se explica?
É a vela que passa
Na noite que fica.

Fernando Pessoa in Poesias 



sábado, 11 de fevereiro de 2017

Felicidade _____________________



"Uma coisa aprendi na vida. Quem tem medo da infelicidade nunca chega a ser feliz."

Mia Couto

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Por amor somente _______


Amar-te por amor somente
a ti vida
pelos milagres que me dás ao acordar
pelas dores e temores que me moem
pelo vento sereno, o sol do amanhecer, a chuva,
pela flores que desabrochei no meu ventre
porque me fazes escrever sem saber se faz sentido, havendo todo o sentido para mim,
Amar-te
Por amor somente.

MRS

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Ponto final _____


*De nada vale abrir os olhos e olhar para o lado errado. Uma vírgula não substitui um ponto final por muito tempo.



Ser Médica de Família ______


Assim entendo a Medicina Geral e Familiar_____
Quando posso estar a conversar com os meus utentes depois da consulta efectuada. Falar de quase tudo. Das suas experiências e da minha experiência de vida.
Um casal que tenciona ter o seu primeiro filho___ um dos motivos da consulta. E a conversa girou à volta dos filhos e do amor, da abnegação das mães e dos pais e da inquietação constante com eles.Falei dos meus filhos e da imensa preocupação com o seu bem estar. Sou uma tramada mãe-galinha! Foram as penultimas consultas mas, devido a estar adiantada (comecei mais cedo e os utentes vieram a horas e não surgiu nenhum contratempo), deu para ter esta agradável conversa com os meus jovens utentes. Em 12 de Março a USF Physis faz 10 anos! Apesar do espartilho dos indicadores e afins vou tendo tempo para falar, rir, e chorar com os meus utentes.
A foto é a minha primeira consulta no dia em que a USF Physis iniciou funções - 12 de Março de 2007! A pressão não era tanta mas tem sido positiva a mudança. Temos um dos melhores SNS do mundo. E ficaria ainda melhor se retirassem alguma burocracia pois para mim as pessoas não são números!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Amar ________________


“Qualquer um pode amar uma rosa, mas é preciso um grande coração para incluir os espinhos.” Clarice Lispector

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

A Vida ensina _______________


"A vida ensina que grandes amigos podem tornar-se desconhecidos.
Que desconhecidos podem tornar-se os nossos melhores amigos.
Que nunca terminamos de conhecer uma pessoa.
Que o "nunca mais" acontece e que o "para sempre" acaba.
Que quem quer pode e consegue.
Que aquele que não arrisca, não perde nada.
Que o físico atrai, mas a personalidade apaixona!"

A.D.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Sou ____________________


Sou o que sou porque vivo à minha maneira.
Não procuro respostas olhando para o passado nem para o futuro,porque estou ocupada a viver ____ eu não me pergunto,eu faço!

MRS

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Solidão ______________


"Minha solidão não tem nada a ver com a presença ou ausência de pessoas… Detesto quem me rouba a solidão, sem em troca me oferecer verdadeiramente companhia….’

Friedrich Nietzsche

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Meu querido filho _________



"O Destino desconhece a linha recta."

José Saramago

Meu querido filho,

O tempo vai passando como uma brisa e a seu lado a saudade vai esvoaçando no meu peito.
Mais um mês sem ti. Mais um mês ___ e já são tantos, mas o dia em que partiste persiste no presente.
No sábado falei sobre esse dia ____ num colóquio sobre a morte. Esse dia foi partilhado com várias pessoas. Como soube do acidente, a GNR à porta de casa, o caminho até ao Posto de GNR de Lordelo, os telefonemas para o teu telemóvel ___ já não podias atender, o telefonema para o hospital ____ a certeza que tinhas partido quando esta frase foi dita pela funcionária da urgência: "o seu filho não deu entrada pela urgência!". A certeza da tua partida que me foi confirmada pelo agente da GNR enquanto me entregava a tua carteira e o teu telemóvel.
Os telefonemas para a tua irmã _____ ainda hoje ouço os seus gritos, para o teu tio Tozé ____ como estava com a tua avó não se pode expressar muito mas percebi que ficou transtornado.
A chegada ao hospital para te ver, nos despedirmos, cantar-te pela última vez "Uma gaivota voava, voava".
Ao falar sobre esse dia e os dias, meses e anos seguintes sem ti foi ter-te a meu lado. Estava ali para falar do meu luto. Mas sei o quanto gostavas de me ver feliz e por isso vivo cada dia sorrindo (com lágrimas que inundam o meu coração) e agradecendo por seres meu filho.
Meu querido filho tenho o teu nascimento e a tua morte na minha vida _____ e tão importante como o teu nascimento, foi o percurso que fizeste. Obrigada meu filho por teres uma história de vida valiosa! Amo-te! ❤

domingo, 8 de janeiro de 2017

sábado, 7 de janeiro de 2017

domingo, 1 de janeiro de 2017

Em que penso?





Em que penso?
Penso que hoje é dia 1 de Janeiro de 2017. Um dia muito festejado por esse mundo fora. Festejado com milhares de fogos de artificio.
Sabe o que me faz lembrar o fogo de artificio? O clarão da guerra. Guerra que é "incendiada" por esse mundo fora. Que não dá tréguas. Logo hoje que é o Dia Mundial da Paz.
Aqui estou! Com a presença física da minha filha Sano Ogawa <3 a="" com="" da="" e="" espiritual="" estrelinha="" filho="" meu="" minha="" nuno="" p="" presen="" salta="">Aqui à volta o ruído do fogo de artificio ressoou nos meus ouvidos _____ estrondoso. Fez-me voltar ao passado____ à guerra que vivi e ficou quando vim de Angola. Só quem assiste à guerra mesmo ao nosso lado é que sabe o valor da Paz.
Em que penso?
Que todos os dias tenho de festejar a Vida e a Paz que me tem sido proporcionada. Que todos os dias tenho de festejar a minha família e os meus amigos. Que todos os dias tenho de festejar o facto de ter um tecto e emprego. Que todos os dias tenho de festejar mais um dia de Vida.
Que todos os dias tenho de festejar poder partilhar o sentido da Vida com quem tem vida sem sentido.
Em que penso? Que desejo Paz por esse mundo fora!