sexta-feira, 12 de maio de 2017

Faz hoje um ano _______


Faz hoje 1 ano que fui operada ao meu cancro da mama. Faz hoje 1 ano que a minha vida, mais uma vez, deu uma volta.
Não foi a pior volta! A pior volta foi a morte do meu filho!
Desde há 1 ano, após a cirurgia e os tratamentos, abençoo (não estranhem o que digo a seguir) a oportunidade que Deus me deu ao ter que passar pelo caminho do cancro.
Nem tudo é mau, ou melhor, nem tudo tem que ser mau. Quando estamos no lado negro da vida e nos perguntamos "porquê eu?" (nunca fiz essa pergunta) devemos perguntar "porque não eu?". A vida oferece-nos constantemente as suas dádivas e nós, preocupados com os afazeres, com os problemas (porquê eu?), com as ambições, vivendo um futuro tão incerto, não aproveitamos essas dádivas.
Durante os tratamentos conheci pessoas fantásticas que me enriqueceram. Pessoas que mudaram a sua visão da vida quando souberam que tinham cancro: umas de uma forma positiva, outras de uma forma negativa (porquê eu?) mas todas com o objectivo de não se deixarem vencer pelo cancro, doença, malzinho.
Comecei a ingerir comprimidos aos 60 anos. Muito bom pois tenho na minha lista utentes com a minha idade que já tomam uma mão cheia há vários anos.
Desde há 1 ano iniciei um novo caminho ____ despindo-me e desfazendo-me do que não me faz falta. Quero ter lugar para a vida!
Agradeço a Deus a oportunidade que me concedeu (com o aparecimento do meu cancro) de eu começar a saborear a vida!